Rinite

 

Rinite

 

Rinite é o temo utilizado para definir a inflamação da mucosa que reveste os seios da face e cavidade do nasal, caracterizada por sintomas como espirros, coceira, obstrução nasal e coriza, podendo durar poucos minutos ou dias seguidos.

As rinites podem ser classificadas em agudas, quando os sintomas duram entre 7 e 10 dias, ou crônicas, quando os sintomas persistem por mais de 3 meses.

Tipos de rinite

A rinite pode ser classificada em 4 grupos, que levam em consideração critérios como frequência, intensidade dos sintomas, resposta obtida com os tratamentos e complicações.

Com base nesses critérios a classificação das rinites se divide nos tipos abaixo.

Rinite infecciosa

Esse é provavelmente o tipo de rinite mais comum.

Causado por bactérias autolimitadas ou vírus, é conhecido também como infecção do trato respiratório superior ou resfriado comum.

Esse tipo de rinite acontece quando o agente causador se instala nas mucosas do nariz, causando uma infecção.

Rinite não alérgica

As principais características da rinite não alérgica são os espirros crônicos, corrimento nasal ou congestão.

Apesar de muito semelhante a rinite alérgica, são dois tipos completamente diferentes da doença pois na rinite não alérgica o sistema imunológico não é envolvido em nenhum momento.

Rinite alérgica

A rinite alérgica é uma manifestação do organismo, através do sistema imunológico, a presença de partículas consideradas estranhas ao organismo, conhecidas como alérgenos.

Essas substâncias estranhas entram no organismo pelo nariz, porta de entrada do ar e de várias substâncias carregadas por ele.

Nesse tipo de rinite o organismo reage intensamente a presença desses alérgenos para se defender.

Por isso quando uma pessoa tem uma crise de rinite alérgica é comum apresentar coriza, coceira no nariz, espirros e obstrução nasal.

É comum que muitas pessoas desenvolvam rinite alérgica ainda crianças, mas adultos também podem passar a apresentar esse tipo de rinite a qualquer momento.

Rinite mista

Rinite mista é o tipo de rinite que se caracteriza pela presença de mais de um agente causador, ou seja, causada por um vírus e uma bactéria simultaneamente.

Diferença entre rinite e sinusite

Apesar de haver uma grande confusão, rinite e sinusite são doenças completamente diferentes.

A rinite é uma inflamação da mucosa do nariz que pode ser causada por vários fatores, dependendo do seu tipo.

A sinusite, por sua vez, ocorre quando os seios da face, uma espécie de câmara de ar localizadas ao redor do nariz e forrada por uma mucosa bastante parecida com a do próprio nariz, se encontram inflamados.

Essa mucosa produz muco que acaba sendo drenado para dentro do nariz, se depositando na região.

Por isso é comum que pessoas com sinusite sintam dores na região acima do nariz, já que é nesse local que o muco produzido se acumula até que seja expelido, normalmente com uso de medicamentos.

Causas

Nos ambientes urbanos das grandes cidades a poeira doméstica é um dos principais agentes causadores de rinite.

Nessa poeira existem diversos componentes, como descamação de pele humana, restos de pelos de animais, restos de animais, fungos, bactérias e ácaros.

O contato com o pólen, que é transportado pelo ar principalmente nos meses de primavera e outono é outra causa importante de casos de rinite.

Fatores de risco

Pessoas que tenham histórico de outras doenças como asma, dermatite, ou conjuntivite alérgica tem maiores chances de acabar desenvolvendo a rinite em seu tipo alérgico.

Além disso, outros fatores de risco para o desenvolvimento da rinite são:

      • Frequentar locais pouco ventilados e pouco ensolarados;
      • Poluição;
      • Histórico de alergias na família.

Sintomas

Os sintomas da rinite alérgica normalmente se manifestam no momento em que há o contato com o alérgeno, e os sinais mais comuns são:

      • Coriza constante;
      • Espirros;
      • Olhos lacrimejantes;
      • Grande irritação na boca, olhos, nariz, garganta e pele;
      • Problemas com odores;
      • Diminuição do olfato e audição;
      • Olheiras;
      • Dores de cabeça;
      • Fadiga;
      • Tosse.

Diagnóstico

O diagnóstico de todos os tipos de rinite pode ser feito por especialistas de diversas áreas, como pediatria, clínica geral, imunologia, otorrinolaringologia e alergologia.

Ao procurar ajuda médica pode ser importante fornecer a maior quantidade de informações possível para que o médico possa indicar o melhor tratamento para cada caso.

Além de realizar diversas perguntas pertinentes, o médico poderá solicitar a realização de exames para auxiliar no diagnóstico.

É comum que seja solicitado o teste de alergias para que sejam identificados os alérgenos que desencadeiam os sintomas da rinite alérgica.

Se o teste na pele não puder ser realizado existe a alternativa da realização de exames de sangue especiais que podem ajudar no diagnóstico mais preciso da rinite.

Tratamento

O tratamento da rinite é iniciado assim que é diagnosticado qual é o tipo da doença que deve ser tratado.

Na maior parte dos casos de rinite a solução é espontânea logo na primeira semana, e o tratamento costuma ser composto pelo uso de descongestionantes tópicos locais, higiene nasal, antitérmicos ou analgésicos, se necessário.

Nos tratamentos de longo prazo o uso de medicamentos deve ser adequado de forma a manter o paciente assintomático pelo maior tempo possível, sempre com a menor dose de medicamentos.

É importante ressaltar que nenhum medicamento deve ser utilizado sem o conhecimento e autorização do seu médico, pois só ele pode indicar qual é o medicamento mais indicado para você, bem como a dose ideal e a duração do tratamento.

No geral é recomendado que o paciente evite ter contato com os agentes causadores da rinite, independente do seu tipo.

Hábitos de higiene, como lavar sempre as mãos e manter os ambientes sempre limpos ajudam a evitar que a rinite se manifeste.

Rinite pode ter complicações?

Quando não tratada corretamente um quadro de rinite pode acabar evoluindo para outros problemas, como:

      • Roncos;
      • Otite;
      • Distúrbio do sono;
      • Conjuntivite;

Rinite tem cura?

Os tipos não alérgicos de rinite podem ser curados com tratamento que elimina seus sintomas rapidamente.

Já nos casos onde é diagnosticado o tipo alérgico da rinite não existe uma cura. Dessa forma o objetivo do tratamento será sempre manter o paciente sem sintomas, ou diminuindo a sua frequência e intensidade, de modo que sua qualidade de vida não seja prejudicada.